sintonize em sua cidade:

últimas notícias

16
de Dec2016
Goiânia se prepara para o encerramento da transmissão do sinal analógico de TV

A transmissão do sinal analógico de TV em Goiânia e região será encerrada em 31 de maio do ano que vem. A partir de então, apenas aparelhos com conversores ou aqueles aptos de fábrica continuarão a receber os sinais das emissoras de televisão, dessa vez de forma digital.

Apesar de ainda faltar cinco meses para a data, a população precisa se preparar com antecedência. Justamente com esse fim, a Seja Digital, entidade responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o digital da televisão aberta no Brasil, começa a atuar em Goiás, com equipe local, nesse processo de transição.

A mudança na forma de transmissão representa um avanço tecnológico sob diversos aspectos. Além da melhor qualidade de imagem e som, o fim do uso dos sinais analógicos vai permitir melhorias também nos sinais de telefonia. “Ao ser desligado, o sinal analógico de TV vai liberar a faixa de radiofrequência dos 700 MHz e permitir que as operadoras de telefonia móvel possam ativar a tecnolgia 4G com melhor qualidade e maior cobertura, inclusive em ambientes fechados”, afirma Antonio Carlos Martelletto, diretor geral da Seja Digital.

Para fomentar a migração, a entidade planeja implementar campanhas e ações com a finalidade de preparar e informar a população. “O processo acontecerá de maneira semelhante ao que fizemos em Brasilia”, afirma Patricia Abreu, diretora de comunicação da Seja Digital. “Além da campanha com filmes na TV e na internet, teremos peças de comunicação por toda a região e equipes atuando em locais estratégicos.”

Além de Goiânia, o sinal analógico será desligado em outros 28 municípios do estado: Abadia de Goiás, Abadiânia, Alexânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Campo Limpo de Goiás, Caturaí, Goianápolis, Goianira, Guapó, Hidrolândia, Inhumas, Itauçu, Leopoldo de Bulhões, Nerópolis, Nova Veneza, Ouro Verde de Goiás, Pirenópolis, Santa Bárbara de Goiás, Santo Antônio de Goiás, Senador Canedo, Teresópolis de Goiás e Trindade.

 

Distribuição de Kits

Como parte de suas atribuições, a Seja Digital vai distribuir 260 mil kits gratuitos com antena e conversor para a população cadastrada em Programas Sociais do Governo Federal. A lista de beneficiários é fornecida pelo Ministério do Desenvolvimento Social para que a Seja Digital informe ao público por meio de cartas e campanhas de comunicação e possa agendar a retirada dos equipamentos. Os kits gratuitos são compostos de antena UHF, conversor e controle remoto.

Para saber se está na lista fornecida pelo Ministérios do Desenvolvimento Social,a população da região de Goiânia já pode acessar o site sejadigital.com.br/kit ou ligar gratuitamente para o número 147 com o CPF ou NIS (Número de Identificação Social) em mãos. Se o nome esitver na lista, deverá preencher o formulário com dados de contato para receber em primeira mão a informação sobre a abertura do agendamento. Caso não esteja na lista, deve preencher o cadastro para que a Seja Digital entre em contato e dê a orientação necessária sobre como preparar sua residência para receber o sinal digital de TV.

Um dos públicos prioritários neste processo é o antenista. O profissional especializado em preparar as residências para receber o sinal de televisão tem a oportunidade de aumentar sua renda com o grande volume de clientes que surgirão durante este período. Os antenistas que se cadastrarem no site www.sejadigital.com.br receberão orientações e capacitação sobre o processo de desligamento do sinal analógico e sobre a TV digital.

 

Sua casa já está preparada?

Antena – Nem toda antena consegue captar o sinal digital de televisão. A antena deve ser UHF e a recomendação da Seja Digital é que o modelo seja externo, instalado no telhado da casa.

Televisor – Se o aparelho for uma televisão de tubo, será necessário instalar um conversor de sinal. Se o televisor for de tela fina e não tiver o conversor embutido, também precisará de um conversor de sinal. Para ter certeza se o televisor já tem o conversor embutido, consulte o manual do fabricante.

 

Fonte: http://www.emaisgoias.com.br