sintonize em sua cidade:

últimas notícias

04
de Abr2017
Victor Chaves é indiciado por agressão pela Polícia Civil de MG

A investigação conseguiu imagens da câmera de segurança do prédio do cantor, mostrando-o empurrando a esposa, Poliana Chaves

 

A Polícia Civil de Minas Gerais indiciou o cantor Victor Chaves, da dupla Victor & Léo, por agressão nesta terça-feira (4). As investigações tiveram como base imagens do prédio onde mora o sertanejo, que mostram-no empurrando sua esposa, Poliana Bagatini Chaves. Ela prestou queixa contra Victor em fevereiro, mas ele negou a história.

Em nota oficial da Polícia Civil, lê-se que, diante das provas coletadas, concluiu-se pelo indiciamento de Victor pela “contravenção penal prevista no artigo 21, do Decreto de Leo 3.688”. A assessoria de imprensa do sertanejo informou que ele não se pronunciará sobre o ocorrido por enquanto, mas seu advogado convocará uma coletiva.

De acordo com a investigação conduzida pela Divisão Especializada no Atendimento à Mulher, ao Idoso e à Pessoa com Deficiência (Demid) de Belo Horizonte, as imagens do circuito interno de segurança do prédio onde mora o casal foram cruciais para concluir o inquérito. A perícia mostrou que parte dos fatos teria acontecido no elevador do edifício.

Segundo a delegada à frente do caso, Danúbia Quadros, no depoimento de Poliana consta uma passagem em que ela narra Victor empurrando-a no elevador e desferindo chutes. Também consta que sua cunhada e um segurança a impediram de sair do local.

Carta e versões da família são diferentes

Apesar do depoimento confirmado pela delegada, dois dias depois da queixa de agressão, a assessoria do cantor publicou uma carta, supostamente assinada à mão por Poliana, desmentindo a história. Lê-se que tudo foi um “desentendimento familiar”.

“Victor não me machucou e nunca me machucaria e, para comprovar a inexistência de qualquer lesão, resolvi fazer a perícia no IML”, diz a carta. No início de março, entretanto, Danúbia Quadros divulgou que o exame de corpo de delito da esposa foi negativo para lesão corporal. Hoje, ressaltou-se que o resultado vale apenas para agressões aparentes.

A mãe de Victor, que foi uma parte da discussão, também prestou um depoimento diferente à Polícia. Marisa Chaves disse que Poliana chegou em seu apartamento transtornada, fez ameaças e quebrou vários objetos. No depoimento dela, há também um excerto onde lê-se que Victor segurou o braço da mulher, na tentativa de acalmá-la. A sogra diz também que a nora se atirou no chão, chorando e se debatendo.

Victor nega as agressões

Em entrevista exclusiva à TV Globo, o sertanejo negou veementemente a agressão. “Eu nunca agredi ninguém na minha vida e muito menos a minha mulher, grávida do João”, disse ele. A emissora, entretanto, vetou o cantor do “The Voice Kids”. E a Polícia continuou a investigação.